Pacotes de Viagem para Rússia, Mongólia e China Transiberiano de Moscou a Pequim

Viajar a bordo do Transiberiano é fazer uma das maiores viagens do mundo e ao final ter a certeza de ter vivenciado uma experiência para a vida toda. Atravessando Rússia, Mongólia e China esse roteiro é a oportunidade de conhecer lugares históricos e a cultura de cada país. A Travel Class preparou esse pacote especialmente para você!

  • 18 Dias/17 Noites
Saiba mais

Conheça o Roteiro

Dia 01 - Moscou
Chegada e suporte no aeroporto (ou na estação se vier de São Petersburgo). Traslado ao hotel.

Dia 02 - Moscou
Depois do café da manhã, visita panorâmica de Moscou (com guia em espanhol), pelo centro histórico e seus principais monumentos. Através de amplas avenidas como a famosa Tverskaya, chegaremos ao "Monte dos Pardais", coroado pelo famoso arranha-céu de inspiração stalinista, no qual a Universidade Lomonosov está localizada. A partir daqui, poderemos admirar uma vista esplêndida da cidade. Contemplaremos o exterior do famoso Mosteiro de Novodevichi e seu lago e pararemos no Parque da Vitória, construído após a Segunda Guerra Mundial. Caminharemos pelas avenidas que alinham o rio Moscova, com vista para a Casa Branca, sede do governo russo. Continuaremos caminhando na Rua Arbat, uma animada rua de pedestres no coração da cidade velha e local de encontro favorito dos moscovitas, também chamada de "Russian Montmartre", pois está localizada em um bairro boêmio, onde muitos artistas viviam anteriormente. Passaremos em frente à Catedral de San Salvador, ao prédio da “Duma” ou parlamento russo, ao famoso teatro Bolshoi e ao imponente prédio de “Lubianka”, sede da antiga KGB. Finalmente, chegaremos à Praça Vermelha, ao Museu de História, aos muros do Kermlin e à Catedral de São Basílio. Na Praça Vermelha fica o Mausoléu de Lenin. Almoço. Visita da Galeria Tretyakov. O maior tesouro desta galeria é sua magnífica coleção de ícones, destacando "A Virgem de Vladimir", de estilo bizantino e cuja tradição atribui a São Lucas, e a obra-prima do grande Andrei Rubliov, "A Trindade". Jantar e hospedagem.

Dia 03 – Moscou - Transiberiano
Café da manhã. Visita do Kremlin com suas catedrais e que foi declarado Monumento do Patrimônio Mundial pela UNESCO. Suas paredes, dominando o Rio Moscova e a Praça Vermelha, são feitas de tijolos com mais de 8 kg de peso, medem entre 5 e 19 metros de altura e têm um comprimento total de 2.235 metros. Visitaremos o interior para admirar o "Zarina Bell", o maior do mundo, inaugurado em 1733, e o "Tsar Canyon", um dos maiores já construído, inaugurado em 1586 por Andrei Chojov. Seu objetivo era defender a entrada pela Porta de São Salvador, mas até agora nunca foi usada. Terminaremos visitando a famosa “Praça das Catedrais”, emoldurada por São Miguel, a Dormicion e a Anunciação. Almoço. Visita do metrô de Moscou, inaugurado em 15 de maio de 1935 pelo poder soviético como símbolo do avanço tecnológico e industrial do sistema político, considerado o "Palácio do Povo". Os artistas mais importantes da época participaram de sua decoração e materiais de todos os cantos do país tentaram simbolizar a unidade dos povos soviéticos. Ainda hoje é o principal meio de transporte da cidade e um dos principais do mundo, com 200 km de linhas e 145 estações. Visitaremos os mais importantes, construídos com materiais luxuosos, com mais de 20 variedades de mármore, granito, ônix e decorados com pinturas, majólica, vitrais, murais, mosaicos e até grupos esculturais.
Traslado à estação ferroviária de Kazansky e partida para Yekaterinburg (cabine 2ª classe, 4 camas por compartimento). Jantar e noite a bordo do trem.

Dia 04 – Transiberiano - Ecaterimburgo
Café da manhã e almoço a bordo. Chegada em Ecaterimburgo. Ecaterimburgo é a capital da região dos Urais, do portão da Ásia e da Sibéria. Traslado ao hotel. Jantar e hospedagem.

Dia 05 – Ecaterimburgo - Transiberiano
Café da manhã. Visita a Ganina Yama localizada 15 km ao norte de Ecaterimburgo. Este lugar é um memorial ao assassinato dos romanovs pelos bolcheviques. Após o massacre da família imperial na mansão Ipatiev, os corpos foram borrifados com ácido para desfigurá-los e depois transportados para Ganina Yama, onde foram queimados e enterrados. Quando as tropas brancas, leais ao czar, libertaram a cidade, apenas uma semana depois descobriram rapidamente o local do enterro, mas os corpos não estavam mais lá: os bolcheviques os haviam transferido secretamente para uma segunda sepultura, muito perto de Ganina Yama a menos de 1 km. Este lugar foi mantido em total sigilo pelas autoridades comunistas. Investigadores clandestinos descobriram o local na década de 1970, mas não o revelaram até 1989, quando a queda do regime comunista era iminente. Os testes de DNA concluíram que os restos encontrados foram os de Nicolas II e sua família. Eles foram transferidos para a Catedral de Pedro e Paulo em São Petersburgo, onde descansam com o resto da família Romanov. Em Ganina Yama foram erguidas 7 capelas, uma para cada membro da família imperial. Visita do monumento na fronteira entre a Europa e a Ásia em Ecaterimburgo, onde atravessaremos a fronteira entre a Europa e a Ásia, localizada um pouco a oeste da cidade onde o memorial está localizado. Teremos a oportunidade de comemorar ali a troca de continente com uma taça de vinho espumante russo. Almoço. Excursão panorâmica em Ecaterimburgo que nos apresentará o centro histórico, com vários edifícios da arquitetura típica russa do século XIX. Veremos o Monumento aos Fundadores da cidade, Tatishchev e De Genin. Entre as diferentes catedrais e igrejas que podemos observar, destaca-se a Capela de Santa Catalina, padroeira da cidade. Também veremos o antigo Escritório de Minas que hoje é o Conservatório Estadual; a mais antiga Ópera Russa, em operação desde 1912, e muitas casas, palácios e mansões mercantes do século XIX, situados à beira do lago que faz fronteira com a cidade. Descobriremos a Praça 1905 e a Praça de Outubro, onde estão localizados os edifícios do Parlamento da Cidade e do Governo Regional.

Visita à Catedral de Nevsky, fundada em 1838, no território do mosteiro Novo-Tijvinski. Este edifício brilhante foi projetado em estilo clássico e era uma das maiores e mais belas catedrais da Rússia pré-revolucionária. O regime soviético fechou a catedral em 1930 e durante a Segunda Guerra Mundial, foi usada como armazém militar. Em 1991, foi restituída pela Igreja Ortodoxa Russa que realizou uma restauração completa, podendo acomodar até 6.000 paroquianos.
Visita da Igreja do Sangue Derramado em Ecaterimburgo. Esta igreja foi construída entre 2000 e 2003 para comemorar o assassinato neste mesmo local de Nicolas II, o último czar, sua família e servos mais próximos. Traslado à estação ferroviária e saída para Novosibirsk (cabine 2ª classe, 4 camas por compartimento). Jantar e acomodação a bordo.

Dia 06 – Transiberiano - Novosibirsk
Café da manhã e almoço a bordo. Chegada em Novosibirsk. É a terceira cidade na Rússia em população e a mais importante na Sibéria. Traslado ao hotel. Jantar e acomodação.

Dia 07 – Novosibirsk - Transiberiano
Café da manhã. Poderemos descobrir duas obras de engenharia imponentes: a ponte do metrô sobre o Rio Obi e a represa de Novosibirsk em Obi, próxima da cidade e chamada de "Mar Siberiano", e muito perto está o Museu Ferroviário. Nossa visita termina em Akademgorodok, a cidade universitária de pesquisa e desenvolvimento da Sibéria. Almoço. Visita panorâmica a Novosibirsk. Visitaremos o porto de Oktyabrskaya, a praça onde a fundação da cidade ocorreu; e Krasny Prospekt, a avenida principal; a "Casa dos 100 Apartamentos", projetada pelo famoso arquiteto Kryachkov; O Monumento da Glória, dedicado aos soldados mortos na Segunda Guerra Mundial. Também admiraremos o exterior da Catedral da Dormicion e da Catedral Alexander Nevsky, o primeiro edifício de pedra construído na cidade. Na praça de Lenin fica a pequena capela de São Nicolau, o milagroso, que é o centro geográfico da Rússia. Em frente a ele está o Teatro de Ópera e Balé. Jantar e traslado à estação ferroviária e partida para Irkutsk (cabine 2ª classe, 4 camas por compartimento). Pernoite a bordo.

Dia 08 – Transiberiano
Café da manhã, almoço e jantar a bordo. O trem continua sua rota pela Sibéria para o leste, na direção de Irkutsk, seguindo os passos de Miguel Strogoff, a famosa personagem de Jules Verne. Na cidade de Krasnoiarsk, atravessaremos o majestoso Yenisei, o segundo maior Rio da Rússia. Pernoite a bordo.

Dia 09 – Transiberiano – Irkutsk – Lago Baikal (Listvianka)
Café da manhã, chegada a Irkutsk e traslado para Listvianka a 65 km de Irkutsk e onde faremos um passeio panorâmico. Visita ao museu ecológico de Baikal, onde vamos descobrir muitas informações sobre a incrível flora e fauna que povoam o ecossistema único de Baikal. Nos aquários do museu, poderemos ver vários de seus peixes endêmicos e até admirar um Nerpa, o selo do Baikal, um dos poucos no mundo que vive em água doce. Um submarino virtual nos mostrará as profundezas do lago. Almoço de churrasco no lago Baikal. Teremos a oportunidade de provar alguns dos peixes típicos do Baikal e almoçaremos admirando a beleza desta paisagem única. Vamos pegar um teleférico para subir ao topo do Monte Chersky (755 m), onde um belo panorama se abre para a nossa vista com os picos das montanhas Jamar-Daban. A partir daqui você poderá ver a cidade de Port Baikal e lugares como o Shaman's Rock, o nascimento de Angará, o Observatório Astrofísico e a infinita taiga siberiana. Desceremos a pé por um caminho amplo, para admirar as belas florestas e paisagens. Cruzeiro no lago Baikal e caminhada pelas margens (se as condições climáticas permitirem). Atravessaremos as águas do lago de barco, o que nos permitirá apreciar sua beleza e as paisagens que o cercam. Pararemos em uma de suas praias e teremos a oportunidade de desafiar o frio de Baikal, tomando um banho em suas águas claras. Faremos uma pequena caminhada em suas margens para descobrir alguns objetos da cultura local. Jantar e acomodação em um hotel na margem do lago.

Dia 10 – Lago Baikal (Listvianka) - Irkutsk
Café da manhã e traslado para Irkutsk. Parada no Shaman's Rock. Visita ao Museu Etnográfico Taltsy: localizado entre Irkutsk e o Lago Baikal. O museu ao ar livre de arquitetura em madeira reuniu importantes edifícios de arquitetura religiosa, civil ou militar da região, dos séculos XVII ao XX. Entre os mais notáveis estão a Torre Spasskaya do Ostrog (forte) de Ilimsk (1667) e a capela de Nossa Senhora de Kazan (1669), que ainda funciona como igreja. Almoço. Visita panorâmica a Irkutsk, considerada um museu-cidade com mais de cem monumentos relevantes. Veremos suas ruas mais importantes, como as ruas Karl Marx e Lenin. Teatros como o Teatro Dramático ou o Teatro Musical. A Igreja do Salvador, a Catedral da Polônia, a Catedral da Epifania e a Catedral da Santa Cruz. Passaremos pela Praça Kirov, pela animada Rua Uristskogo e pelo mercado central vizinho, também chamado Bazar aqui. Visita do convento de Znamenski, fundado em 1693 e um dos mais antigos mosteiros da Sibéria. Seu interior é ricamente decorado, especialmente sua famosa iconostase barroca esculpida, com ícones em molduras de prata antigas e bonitas. Visita ao Museu Dezembristas: O museu consiste nas mansões de dois dos dezembristas, os príncipes Trubetskoy e Volkonsky, e as coleções incluem seus pertences, documentos e móveis. Jantar e acomodação.

Dia 11 – Irkutsk - Transiberiano*
Café da manhã (tipo piquenique) e traslado à estação ferroviária. Saída para Ulã Bator (cabine 2ª classe, 4 camas por compartimento). Depois de delinear o lago Baikal em um dos trechos mais bonitos da rota transiberiana, o trem cruza a fronteira russo-mongol. Almoço, jantar e pernoite a bordo.
* Dependendo da disponibilidade, o trem selecionado pode deixar Irkutsk na tarde do dia 10.

Dia 12 – Transiberiano – Ulã Bator – Parque Nacional Terelj
Chegada em Ulaanbaatar tomaremos café da manhã. City tour pela cidade, passando pela famosa Praça Sujbaatar, em homenagem ao herói da revolução que declarou a independência da Mongólia e a libertou da ocupação chinesa neste mesmo lugar em 1921. Nesta mesma praça está o famoso monumento mongol: o Sino de Sujbaatar. Além disso, conheceremos um dos monumentos mais bonitos de Ulaanbaatar: o Palácio de Inverno, que foi construído no início do século XX pelo último imperador. Visitaremos os monumentos religiosos mais interessantes da cidade dos quais, em sua maioria, foram construídos na arquitetura típica da região, baseada em madeira: o mosteiro Choijin-Lamyn-Sum, o templo de Zhanray Sing e terminaremos nossa visita nos mais famosos deles: o mosteiro de Gandán, localizado no coração de Ulaanbaatar, e fundado em 1835. Ao redor, poderemos admirar a arquitetura típica desta cidade antiga com vielas estreitas alinhadas com portões. Visitaremos o Museu Nacional de História onde poderemos conhecer a história deste país antigo, desde o Paleolítico até os dias atuais. Em seus quartos, são exibidas inúmeras peças encontradas em sítios arqueológicos em todo o país: moedas, armas, trajes tradicionais, objetos religiosos, utensílios domésticos e estatuetas em materiais como o bronze. Almoço. Partida para o Parque Nacional Terelj, um dos parques mais bonitos da Mongólia e localizado a aproximadamente 60 km de Ulaanbaatar. Possui uma paisagem característica em que as estepes centrais dão lugar às florestas e rios límpidos do norte do país, em meio a grandes áreas rochosas de granito de grande beleza. Neste paraíso de paz, você pode sentir a natureza quase intocada da Mongólia, entre florestas densas, prados largos e rios de montanhas cristalinas. Chegada ao acampamento, situado no parque nacional, onde poderemos aprender como é viver como um nômade na Mongólia, pois dormiremos em seus típicos "yurts". Jantar e Hospedagem em yurt.

Dia 13 – Parque Nacional Terelj
Depois do café da manhã, visitaremos à casa de uma família nômade para conhecer o seu dia a dia: preparação de laticínios, construção e montagem de um yurt, criação de animais, entre os quais se destacam os famosos Yaks. Possibilidade de andar a cavalo, o principal meio de transporte do país, através do qual os ancestrais dos atuais mongóis viajaram pelas estepes da Ásia Central em diferentes guerras de conquista que os levaram à própria Europa. Almoço estilo churrasco típico da Mongólia. Visitaremos o templo de Aryabal, um centro de meditação budista que foi construído no século XVII em meio ao que é hoje o Parque Nacional Terelj. A partir daqui, você pode desfrutar de um incrível panorama do parque. Jantar junto à fogueira no acampamento. Hospedagem em Yurtas.

Dia 14 – Parque Nacional Terelj – Ulán Bator
Após o café da manhã retorno a Ulaanbaatar. Visitaremos o Museu Choijin Lama, um complexo monástico construído entre 1904 e 1908, e um dos mais esplêndidos da arquitetura do início do século XX na Mongólia. É composto por cinco igrejas, onde são exibidas obras únicas produzidas por professores da Ásia Central entre os séculos XVII e XIX. O museu preserva uma herança cultural inestimável da cultura, religião e arquitetura mongol. Almoço. Visitaremos também o Memorial de Zaisán, situado na colina Zaisán-Tolgoyb e a partir deste ponto você poderá desfrutar de vistas magníficas de Ulaanbaatar e do vale do Rio Tola. O conjunto arquitetônico que constitui o memorial foi construído em 1979, por ocasião do 40º aniversário das batalhas Jalkin-Gol, entre os invasores japoneses e os mongóis auxiliados por tropas soviéticas. No topo da colina, há uma coluna onde símbolos tradicionais e comunistas são sincretizados em uma curiosa mistura. No centro está a estátua de um soldado soviético e palavras de agradecimento à URSS na luta pela independência da Mongólia. Visitaremos o Palácio Bogdo Jan, onde Bogdo Jan VIII, o último Jan da Mongólia, morava. O complexo inclui os palácios de verão e inverno. O Palácio de Verão foi construído no estilo tradicional chinês entre os anos de 1893 e 1903. A residência de inverno foi construída em 1912, seguindo projetos de arquitetos russos. Dentro do complexo, há exposições permanentes que incluem retratos de todas as Janes da Mongólia entre os séculos XVII e XX, esculturas e pinturas feitas pelo próprio Bogdo Jan VIII, pinturas budistas feitas em tecidos, estátuas, instrumentos musicais e objetos religiosos usados por Jan e sua corte. No show folclórico da tarde da noite conheceremos as músicas, danças e tradições desta cidade antiga. Jantar e hospedagem no hotel.

Dia 15 – Ulán Bator – Transiberiano
Depois do café da manhã traslado à estação ferroviária rumo a Pequim, atravessando as estepes do sul da Mongólia, onde está situado o deserto de Gobi. Almoço, jantar e pernoite a bordo. Durante a viagem, a fronteira entre a China e a Mongólia será atravessada em Erlián. Aqui a troca de eixos do trem ocorrerá, uma vez que a largura dos trilhos é diferente nos dois países. Durante a manobra, os passageiros passarão pela alfândega e pelo controle de imigração e, para isso, terão que deixar o trem com toda a bagagem, por um período indeterminado (aproximadamente 2-3 horas).

Dia 16 – Transiberiano – Beijing (Pequim)
Café da manhã a bordo e chegada em Pequim pela maior ferrovia do mundo, depois de cruzar dois continentes. Almoço estilo piquenique e visita do Templo do Céu, localizado na parte sul de Pequim e construído em 1420. Este templo é o maior complexo de edifícios religiosos da China e seu nome original era "Templo do Céu e da Terra". Em 1530, um novo Templo da Terra foi construído na parte norte da cidade e, desde então, o Templo do Céu se tornou um local de especial significado religioso, no qual imperadores rezavam ao Céu, à Tempestade e para as nuvens para uma boa colheita. Os principais edifícios do complexo do templo são o Salão de Orações pelas Boas Colheitas, o Cofre Imperial Celestial e o Altar Circular. Além disso, o Templo do Céu é um dos símbolos de Pequim e está inscrito na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO. Jantar típico chinês, onde poderemos saborear o típico pato lacado, o mais famoso prato da culinária nacional. Hospedagem.

Dia 17 – Beijing (Pequim)
Depois do café da manhã, faremos uma visita à Cidade Proibida, o mais antigo complexo arquitetônico da China e que foi a residência de imperadores chineses por 500 anos, situado no centro de Pequim e decorado seguindo os caprichos e fantasias dos 24 imperadores das dinastias Ming e Quing. Esse complexo é composto por 800 edifícios e 9999 quartos, ocupando um total de 72 hectares, além disso, A Cidade Proibida é cercada por um muro de 10 metros de altura e um fosso. O nome da "Cidade Proibida" vem do fato de que apenas o imperador e sua família poderiam morar aqui, enquanto, os cortesãos, oficiais, funcionários etc., tiveram que residir fora desses muros e ninguém podia entrar ou sair do lugar sem a autorização do imperador. O complexo é dividido entre o Pátio Interno (ou Palácio Traseiro) e o Pátio Externo (ou Palácio Frontal). Nas salas da Corte Externa era onde o imperador exercia suas funções políticas e a Corte Interna era onde ficava sua residência, com os Jardins Imperiais localizados lá. A Cidade Proibida é a maior e melhor estrutura preservada do gênero no mundo e foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO. Almoço. Visitaremos a Grande Muralha da China, tida como uma das 7 maravilhas do mundo e construída pelos imperadores chineses para proteger sua fronteira norte dos ataques dos mongóis. A Grande Muralha da China, com 8851 km de extensão e declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO é um símbolo da antiga civilização chinesa e da fortificação mais famosa do mundo, além disso, é um orgulho nacional e um símbolo da grandeza do país, que recebe mais de 40 milhões de visitantes no ano e, portanto, um dos lugares mais visitados do mundo. Jantar e hospedagem.

Dia 18 – Beijing (saída)
Após o café da manhã e no horário combinado traslado para o aeroporto. Fim dos nossos serviços.


O pacote inclui:
- Hospedagem nos hotéis do tipo designado;
- Traslados de acordo com a programação;
- Todas as visitas e entradas de acordo com a programação;
- Transporte em ônibus climatizado durante as visitas e traslados.
- 17 Cafés da manhã: 9 cafés nos hoteis, 2 em restaurantes da cidade e 6 a bordo do trem;
- 16 Almoços: 7 almoços no restaurante das cidades, 2 almoços picnic (nas margens do lago Baikal no dia 9 e 16), 1 almoço barbacoa na Mongólia (dia 13), 6 almoços a bordo do trem;
- 16 Jantares: 5 jantares nos hoteis, 6 jantares no restaurante das cidades e 5 jantares a bordo do trem;
- Guias locais falando em espanhol durante as visitas;
- Guia acompanhante falando em espanhol no trem de Moscou a Pequim (desde o dia 3 até o dia 18).
- Trem Moscou – Ekaterimburgo – Novosibirsk – Irkutsk – Ulán Bator - Pequim (cabine quadrupla, 4 beliches por cabine).

O pacote não inclui:
- Gorgetas;
- Carregadores de Malas;
- Tudo o que não está mencionado no roteiro;

 

Cidade

Hotel

Moscou

Marriott, Radisson, Holiday Inn, Novotel, Borodinó ou similar 

Ekaterimburgo 

Park Inn, Novotel, Four Elements ou similar

Novosibirsk

Domina, Doubletree, River Park, Azimut ou similar

Listvianka 

Irkutsk

Marriott, Doubletree by Hilton, Zvezdá ou similar

Terelj 

Hospedagem especial: Yurta

Ulán Bator

Platinum Hotel, Ramada, Blue Sky, Palace ou similar

Pequim 

PentahotelHotspring, King Wing, Radisson BluJianguo  ou similar

Valores por Pessoa em Euros

Duplo

4785,00

Supl. Single

855,00

*Preços sujeitos a alterações pelo sistema ferroviário federal russo. 

Os valores serão convertidos no câmbio do dia de pagamento da reserva. Preços sujeitos disponibilidade de lugares e a alteração sem prévio aviso. Nos Reservamos o direito de corrigir possíveis erros de digitação

Para valores mais exatos, solicite o atendimento de um de nossos consultores e informe suas preferências para a viagem.

Todos os preços informados em moeda estrangeira são para pagamento em reais (R$), a serem convertidos à taxa cambial do dia do pagamento.

Saiba mais
pelo menor valor
10x R$ 3.167,67

Resumo do pacote

  • Duração do pacote 18 Dias/17 Noites
  • Passagem Aérea Não
  • Destinos Rússia, Mongólia, China
  • Saídas Programadas

Atendimento Personalizado

Quer realizar a viagem de sua vida? Preencha o formulário abaixo e tire todas suas dúvidas com um de nossos consultores!

Certificações

Traveller Made® Member Agency